COVID-19 | Confira os prazos de demora dos resultados

O Ceará já realizou 4.664 testes para o diagnóstico da infecção pelo coronavírus até o último domingo (29). Desse total, 3.805 foram processados pelo Laboratório Central de Saúde Pública do Ceará (LACEN). A informação foi confirmada pelo Boletim Epidemiológico desenvolvido pela Secretaria de Saúde do Estado do Ceará (Sesa).

Enquanto 81,6% das amostras ficaram sob responsabilidade de análise na rede pública, outros 818 testes foram realizados em laboratórios particulares, número que representa 18,4% do total registrado.

Demora no resultado

O tempo de resposta sobre os casos suspeitos de coronavírus tem sido um dos gargalos no combate à doença no Ceará. O Conselho de Secretarias Municipais de Saúde (Cosems) do Ceará, alega que a espera pelo resultado dos exames chega a ser de 17 dias. Moradores de 68 cidades, conforme levantamento diário feito pela entidade, aguardam resposta.

Veja o prazo para resultado:

  • Acaraú: 10 dias
  • Antonina: 8 dias
  • Aracati: 15 dias
  • Barbalha: 15 dias
  • Campos Sales: 11 dias
  • Guaramiranga: 3 dias
  • Guaiúba: 9 dias
  • Ibiapina: 12 dias
  • Ipaporanga: 9 dias
  • Jaguaretama: 7 dias
  • Jati: 8 dias
  • Lavras da Mangabeira: 11 dias
  • Martinópole: 8 dias
  • Milagres: 9 dias
  • Mons. Tabosa: 11 dias
  • Morada Nova: 8 dias
  • Mulungu: 3 dias
  • Pacoti: 3 dias
  • Pindoretama: 12 dias
  • Potengi: 11 dias
  • Quixadá: 17 dias
  • Quixelô: 5 dias
  • Redenção: 5 dias
  • Russas: 11 dias
  • Salitre: 13 dias
  • Sobral: 13 dias
  • Tamboril: 6 dias
  • Umari: 11 dias
  • Várzea Alegre: 10 dias
  • Solonópole: 9 dias
  • Viçosa do Ceará: 11 dias
  • Itarema : 9 dias
  • Meruoca: 8 dias
  • Catarina: 7 dias
  • Paraipaba: 14 dias
  • Limoeiro: 10 dias
  • Itaiçaba: 10 dias
  • Tabuleiro norte: 9 dias
  • Ipueiras: 7 dias
  • Farias Brito: 6 dias
  • Araripe: 7 dias
  • Jaguaribara: 3 dias
  • Graça: 7 dias
  • Santana do Cariri: 4 dias
  • Jaguaruana: 3 dias
  • Pereiro: 4 dias
  • Jaguaribe: 8 dias
  • Tianguá: 12 dias
  • Tururu: 8 dias
  • Orós: 7 dias
  • Potiretama: 5 dias
  • Crateús: 10 dias
  • Banabuiú: 9 dias
  • Iguatu: 9 dias
  • Palmácia: 5 dias
  • Aurora: 9 dias
  • Jijoca de Jericoacoara: 15 dias
  • Maracanaú: 10 dias
  • Apuiarés: 8 dias
  • Cedro : 9 dias
  • Uruburetama : 9 dias
  • Cariré: 5 dias
  • Aiuaba: 7 dias
  • Palhano: 4 dias
  • Itapajé: 8 dias
  • Canindé: 11 dias
  • Cascavel: 12 dias
  • Mombaça: 9 dias

A secretária executiva de Vigilância e Regulação da Sesa, Magda Almeida explica que há demora e dificuldades devido à quantidade de kits de reagentes para a testagem. O Estado tem um convênio com BioManguinhos, instituto da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) que produz reativos a detecção do coronavírus.

Conforme Magda, essa aquisição permitia a análise de 100 exames por dia no Lacen. Mas, essa quantidade não significa o total de pacientes testados, pois, em alguns casos, informa Magda, a amostra de uma pessoa precisa ser testada mais de uma vez. Esse reteste entra como um exame na contagem de uso do reagente.

Por G1 Adapatado / foto reprodução

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s