GESTANTES |Médicos orientam sobre planejamento do parto e puerpério durante período de pandemia

Atenta às inseguranças sobre o impacto do coronavírus no parto e no puerpério, a Febrasgo (Federação Brasileira das Associações de Ginecologia e Obstetrícia) preparou uma série de recomendações para auxiliar gestantes, desde a escolha do hospital, chegada à maternidade aos cuidados neonatais.  

A entidade aponta ainda que o novo coronavírus não é o único agente que pode impactar a saúde de mãe e filho, sendo fundamental a mais completa assistência. Portanto, os ginecologistas Alberto Trapani e Sheila Koettker Silveira, coordenadores da Comissão Nacional Especializada em Assistência ao Abortamento, Parto e Puerpério da federação orientam sobre a segurança do parto hospitalar e os impactos da exposição ao vírus.

Até o momento, não há dados que sugiram que a Covid-19 seja causa de aborto, malformação fetal ou de outras complicações obstétricas. Para o nascimento do bebê, a principal indicação é adiar o parto sempre que possível, caso a gestante apresente queixas respiratórias. No entanto, a interrupção exclusivamente por causa do coronavírus pode ser necessária em casos graves para melhorar a oxigenação materna.

Por DiárioNordeste Adaptado / Foto reprodução

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s