INVESTIGAÇÃO | Pessoas que fraudaram auxílio emergencial estão identificadas

Muitas pessoas fraudaram auxílio emergencial e estão sendo reconhecidas. O auxílio emergencial de R$ 600, que é destinado a trabalhadores informais e autônomos de baixa renda, foi fraudado por filhos de famílias de classe média, esposas de empresários e servidores púbicos aposentados e dependentes.

Ou seja, segundo os integrantes do governo federal, os fraudadores omitiram a renda familiar no cadastro realizado na Caixa Econômica Federal. Ademais, a Dataprev não cruzou os dados com a base de dependentes na declaração do Imposto de Renda e somente verificou se o requerente declarou mais do que R$ 28,5 mil em 2018, outro critério para a concessão.

Os técnicos da área econômica já conseguiram identificar as suspeitas de fraudes. Entretanto, com exceção dos familiares das Forças Armadas, não é possível ainda estimar a quantidade e valores porque isso depende de um pente no universo de beneficiados.

Além disso, os técnicos do TCU pretendem ampliar a auditoria nos benefícios pagos de forma indevida para os militares e para os outros casos suspeitos.

De acordo com uma fonte, é importante que a Receita Federal repasse para a Dataprev a relação dos dependentes. Isso para que a lei seja cumprida e o dinheiro “não vá para as mãos de quem não precisa”.

Por S.Créditodigital Adaptado / Foto reprodução

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s