COVID-19 | Pesquisa aponta afetar progressivamente a saúde mental durante isolamento social

A pandemia da Covid-19 vem deixando um rastro visível de danos – somente no Ceará, já se acumulam mais de 7 mil mortes pela doença. Em paralelo, outro rastro menos perceptível se estabelece. Fatores intrínsecos à nova realidade podem afetar progressivamente a saúde mental e, segundo uma pesquisa recente, os piores índices ocorrem entre pessoas que já tiveram a doença, aquelas que não são do grupo de risco, ou que moram com pessoas do grupo de risco, e também as que concordam com o isolamento social.

Esses perfis foram observados em um levantamento feito por pesquisadores do Programa de Pós-Graduação em Psicologia (PPG) da Universidade de Fortaleza (Unifor). Nele, 2.705 brasileiros – entre eles, 1.135 cearenses – responderam a um questionário durante o atual período de pandemia. Com as respostas, foram verificadas as possíveis correlações entre sintomas psiquiátricos e variáveis relacionadas ao contexto da Covid-19.

Por Diárionordeste / Foto reprodução

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s